A nave vai (Jorge Du Peixe; Rodrigo Visca)

R$ 52,00
. Comprar  
Texto e narração de Jorge Du Peixe
Ilustrações de Rodrigo Visca
Luva, com livro e disco de papel encartados, formato 18 x 18 cm, 24 páginas. Papel de miolo offset 150 g/m2, 4 x 4 cores, ilustrado. Capa em papel offset 180 g/m2, 4 x 0 cores. Luva em papel cartão 240 g/m2, 4 x 0 cores e aplicação de hot stamping prata.
Disco em papel cartão 240 g/m2 encartado contendo QR-Code que leva para a narração exclusiva de Jorge Du Peixe para a publicação.
Edições Barbatana, 2020
ISBN 978-85-64155-30-5
Barbatana#22
MúsicaImpressa#1
1a edição: fev. 2020

ILUSTRADOR FINALISTA DA MOSTRA DE ILUSTRADORES DA FEIRA INTERNACIONAL DO LIVRO INFANTIL DE BOLONHA 2022.

OBRA VENCEDORA DO CONCURSO IMAGE OF THE BOOK 2020/2021 NA CATEGORIA "MELHORES ILUSTRAÇÕES DE LIVROS PARA CRIANÇAS E JOVENS" (XIV INTERNATIONAL ILUSTRATION BOOK DESIGN COMPETITION).

OBRA INCLUÍDA NA SELEÇÃO DE MAIO DO CLUBE DE LIVRO ETC. E TAL.

Um livro ilustrado em formato de compacto, criado a partir da letra de "A Nave Vai" escrita por Jorge Du Peixe, da Nação Zumbi, que gravou uma narração exclusiva para o projeto. Uma viagem psicodélica e lúdica do artista Rodrigo Visca, colaborador da Folha de S.Paulo e ilustrador de vários livros para crianças e jovens. Um projeto editorial criado pela Edições Barbatana.
O livro propõe uma viagem livre e criativa — “O vento leva pra onde não dá pra ver quem foi”, a criança de todas as idades, que “de manhã é um, de noite já foi dois” — e marca o lançamento da série MúsicaImpressa#, que tem a intenção de produzir livros ilustrados a partir de canções.
Inclui uma narração exclusiva de “A Nave Vai”, feita por Jorge Du Peixe.
 
Um pouco de história

Em 1983, Federico Fellini fez uma viagem surrealista a 1914 a bordo do navio de luxo Gloria N. Misturou a nata da ópera italiana com refugiados sérvios, transformou navio em palco, realidade em ópera, personagens em cantores, cinema antigo em moderno, preto-e-branco em cor, paz em guerra mundial, lucidez em loucura e loucura em lucidez.
 
E la nave va

Se em 1984, ano-livro de George Orwell, já tínhamos passado por duas guerras mundiais e tantas mais, mesmo não dizendo nem pra onde, nem por quê, em março de 2016, ano em que o espírito de 1984 começou a voltar à baila, a nave foi levantar voo novamente.
E conhecemos a canção “A Nave Vai”, composição de Jorge Du Peixe.
E, como uma faísca, um raio caindo na cidade de São Paulo, a letra misturada à música, a poesia de Jorge Du Peixe projetando outras viagens, essa sinestesia toda deu a ideia de uma nova transformação: de som em imagem.
2017: Rodrigo Visca começa a trabalhar no livro ilustrado.
2019: ano de Blade Runner e de início de nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse.
2020: ano do nascimento de um livro que parece que é um compacto que parece que é um livro. Mas que na verdade é um voo. O primeiro da série MúsicaImpressa#.
 
De música a livro ilustrado

Em 2016, Paulo Verano e Angela Mendes, da Edições Barbatana, editora independente criada nesse mesmo período em São Paulo, cujo primeiro livro lançado também tinha a ver com uma viagem (de uma Girafa que esticou tanto seu pescoço que foi do Brasil à África!), conheceram a canção “A Nave Vai”, composição de Jorge Du Peixe, da Nação Zumbi, e pensaram imediatamente que a Nave poderia levantar outro voo.
Os editores convidaram então o artista paulistano Rodrigo Visca para conversar sobre o que ele acharia de transformar a música em livro ilustrado. O universo onírico da letra, essa nave que, “mesmo não dizendo nem pra onde nem por quê”, insistia em levantar voo poderia — ao ser traduzida em imagens — levar o quarteto para outros lugares.
 
E la nave va de novo

Rodrigo Visca, que já gostava da música, de Jorge Du Peixe e da Nação Zumbi, foi escutar “A Nave Vai” de novo e o raio caiu novamente no mesmo lugar. Ele também achou que a "A Nave Vai" era livro ilustrado, outro jeito para uma mesma viagem.
Fez alguns experimentos visuais. Os editores da Barbatana, que tinham ouvido a música enxergando o livro, viram os desenhos de Visca e escutaram a música. E fortaleceu-se a ideia de propor a Jorge Du Peixe, que não só embarcou na proposta, como fez uma narração exclusiva de “A Nave Vai” para embalar os sonhos de todos nós.
O projeto A Nave Vai foi parcialmente viabilizado por meio de campanha realizada na plataforma de crowdfunding Catarse  entre novembro de 2019 e janeiro de 2020.
E chega, agora, até você.
 
Quem está na nossa nave

JORGE DU PEIXE nasceu em Olinda, em 1967. Cantor, compositor e ilustrador. Membro da banda Nação Zumbi desde sua fundação, como Chico Science & Nação Zumbi, no início dos anos 1990. Integra ainda outros projetos musicais, como as bandas Los Hooligans e Los Sebosos Postizos, além de realizar diversas colaborações na música e no cinema, compondo trilhas sonoras para filmes nacionais, como Amarelo Manga e Febre do Rato. Também é artista visual.
 
RODRIGO VISCA é ilustrador e artista plástico. Colaborador do jornal Folha de S.Paulo, desde 2003 atua como artista visual e ilustrador, tendo trabalhos publicados em praticamente todas grandes revistas e principais veículos de comunicação do Brasil e publicações internacionais nos Estados Unidos, Espanha e Itália. Publicou nas revistas de arte Rojo Magazine (Edição Especial OCHO, 2009), llustration Now! (Vol. 4, editora TASCHEN Books, 2012) e Santa Art Magazine (Cerebelo Artes, 2013).

A Nave Vai é um projeto editorial criado pelos editores da Barbatana.
• Prazo para postagem:
• Código do produto: 723825
• Quantidade mínima: 1
Veja também