Memórias de uma girafa (Clarice, Paulo e Kevelyn)

R$ 30,00
. Comprar  

Ideia original e texto-base de Clarice Ferreira Verano
Texto final de Paulo Verano
Ilustrações de Kevelyn Oliveira

Livro sanfonado, formato 13 x 15,5 cm, 24 lâminas
Edições Barbatana, 2016
ISBN 978-85-64155-03-9

Barbatana#1
1a edição: maio 2016
1a reimpressão: fev. 2018
2a reimpressão: nov. 2018 Tiragem especial Minha Biblioteca 2018
2a reimpressão: nov. 2018 

OBRA SELECIONADA PARA INTEGRAR O PROGRAMA MINHA BIBLIOTECA 2018, DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO, EM OUTUBRO DE 2018.

OBRA SELECIONADA PARA INTEGRAR O "FNLIJ´s SELECTION OF BRAZILIAN WRITERS, ILUSTRATORS AND PUBLISHERS 2017", CATÁLOGO QUE A ENTIDADE PRODUZ ANUALMENTE PARA A FEIRA DO LIVRO INFANTIL DE BOLONHA.

Certo dia, Clarice pensou em uma história que desvendasse, simultaneamente, dois grandes “enigmas” da Terra, envolvendo uma girafa tímida e dois continentes ao mesmo tempo muito próximos e distantes, a América do Sul e a África. É essa “explicação” que aparece aqui, recontada por ela e seu pai, o editor Paulo Verano, e ilustrada por Kevelyn Oliveira.

Faixa etária
Voltado a crianças em fase de alfabetização ou já alfabetizadas, entre 5 e 9 anos, o que não impede que a leitura também seja divertida e recomendada para crianças menores, que realizem a leitura dos textos e imagens compartilhada com um adulto. Ou mesmo para nós, que somos bem maiores!

Sobre os autores

Clarice Ferreira Verano é estudante e está no Ensino Fundamental 2. Adora ler e escrever e sempre está inventando uma coisa nova para fazer. Gosta de dançar, de desenhar e de cozinhar. Tem também uma cachorrinha — a Pipoca —, que diz ser a mais linda do mundo. Formam uma boa dupla e adoram brincar.

Paulo Verano é editor desde 1993. Gosta muito de livros, de arte, de música e de viajar. Escreveu com outros amigos o livro infantil Adoro listas! (Nova Fronteira, 2014), em que os dois personagens principais são uma zebra e um elefante. Aliás, eles se dariam muito bem com a girafa desta história. Foi gerente editorial de Literatura Infantojuvenil das editoras Ática/Scipione (2014-2015) e diretor editorial no Grupo Planeta (2006-2011), entre outros cargos.

Kevelyn Oliveira é ilustrador e estudante de design gráfico. Adora assistir desenhos animados e sempre perde a hora por causa disso. É fã do Batman e das Meninas Superpoderosas. Tem uma coleção de meias engraçadas e seu sonho é ter vários gatos em casa.

Bonus track

Conheça o vídeo que deu origem ao livro, feito por Clarice aos 7 anos (2011).

https://www.facebook.com/EdicoesBarbatana/videos/1336566366382426/

Saiba mais sobre o livro

Ricamente ilustrado e com projeto gráfico lúdico, em que as páginas vão se desdobrando e permitindo outras descobertas, o livro Memórias de uma girafa foi inspirado em uma atividade escolar sobre conto etiológico feita por Clarice quando cursava o 3º ano do Ensino Fundamental 1, em 2013.  Seu texto escolar, por sua vez, remonta a um vídeo gravado por ela em 2011 (ver acima).
Nessa fase, as crianças, então com oito, nove anos, já estão completamente alfabetizadas e começam a aprofundar tanto o seu contato com a Língua Portuguesa, quanto a alargar sua visão de mundo por meio das aulas de História e Geografia, entre outras linguagens.
Etiologia é o mesmo que fábula, e conto etiológico é o “conto popular que explica e justifica a razão de ser de um aspecto, forma, propriedade, caráter e disposição de um ser animal, vegetal ou mineral”, como define o Tesauro de folclore e cultura popular do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional/Ministério da Cultura (CNFCP-IPHAN/MinC).
Quando estimulada a preparar seu conto etiológico, Clarice pensou em uma história que ao mesmo tempo desvendasse dois grandes “enigmas” da Terra: o porquê de a girafa ter um pescoço tão comprido e o motivo do desmembramento de Brasil e África. Cerca de três anos depois, sua história foi reescrita por ela e seu pai, o editor Paulo Verano, no formato em que aparece aqui, acompanhada das ilustrações de Kevelyn Oliveira e da concepção gráfica de Angela Mendes.
O passar do tempo, a vida escolar e o contato com o mundo permitirão às crianças a descoberta de que a separação da Pangeia se deu por volta de 150 milhões de anos atrás e que a configuração atual dos continentes data de cerca de 65 milhões de anos. E que, continuamente se adaptando às dificuldades impostas pela natureza, os grandes mamíferos modernos, como a tímida girafa desta história, surgiram há 50, 60 milhões de anos. Nada impede, porém, que essas descobertas se deem de um modo divertido e investigativo.
Memórias de uma girafa é um livro de ficção, imaginativo e lúdico, que, ao recriar livremente a realidade, deseja estimular a curiosidade e a pesquisa. Proporcionar outras leituras do mundo, mais livres e criativas, é sua proposta.

Onde encontrar

A Toca
Rua Delfim Moreira, 126, Centro, Juiz de Fora, MG

Arte & Letra
Alameda Dom Pedro II, 44, Batel, Curitiba, PR

Banca Curva
Rua Dr. Cesário Mota Júnior, 340, Vila Buarque, São Paulo, SP

Banca Tatuí
Rua Barão de Tatuí, 275, Santa Cecília, São Paulo, SP


Blooks

Blooks Niterói (Espaço Reserva Cultural)
Avenida Visconde de Rio Branco 880, lojas 102 e 103, Niterói, RJ

Blooks Rio de Janeiro (Espaço Itaú Cultural)
Praia de Botafogo, 316, lojas D-E, Botafogo, Rio de Janeiro, RJ

Blooks São Paulo (Shopping Frei Caneca)
Rua Frei Caneca, 569, 3 piso, Consolação, São Paulo, SP

Casa Plana
Rua Fradique Coutinho, 1139, Vila Madalena, São Paulo, SP

Don Quixote Livraria
Avenida Rio Branco, 1083, Praia do Canto, Vitória, ES

Faz de Conta Livraria

Livraria bicicleta normalmente estacionada na Escola Viva.
Rua Vahia de Abreu, 
Vila Olímpia, São Paulo, SP

La Cucaracha Livraria
Rua Pascoal Bianco, 13, Pinheiros, São Paulo, SP

Letraria Livros
Rua Pequeno Príncipe, 441, Campeche, Florianópolis, SC

Livraria Argumento
Rua Dias Ferreira, 417, Leblon, Rio de Janeiro, RJ

Livraria Barbante
Rua Saldanha Marinho, 1220, Centro, Curitiba, PR

Livraria Casa de Livros
Rua Capitão Otávio Machado, 259, Chácara Santo Antônio, São Paulo, SP

Livraria Estranha
Rua Tenente Silveira, loja 305, 3º andar do Edifício Parthenon, Centro, Florianópolis, SC

Livraria da Vila

Fradique
Rua Fradique Coutinho, 915
Pinheiros
São Paulo

Lorena
Alameda Lorena, 1731
Jardim Paulista
São Paulo

Moema
Av. Moema, 493
Moema
São Paulo

Shopping JK Iguatemi
Av. Juscelino Kubitschek, 2041
Loja 335/336 - Piso 2
Itaim Bibi
São Paulo

Shopping Pátio Higienópolis
Av. Higienópolis, 618
Loja 2009/2010/2011 - Piso Pacaembu
Higienópolis
São Paulo

Livraria Martins Fontes Paulista
Avenida Paulista, 509, Jardim Paulista, São Paulo, SP

Livraria NoveSete
Rua França Pinto, 97, Vila Mariana, São Paulo, SP

Livraria Simples
Rua Rocha, 259, Bela Vista, São Paulo, SP

Livraria Zaccara
Rua Cardoso de Almeida, 1356, Perdizes, São Paulo, SP


Loplop Livros 
Avenida Professor Alfonso Bovero, 1119, sobreloja, Sumaré, São Paulo, SP

Rizoma móvel
Ônibus livraria independente
Para saber onde ele está: https://www.facebook.com/rizomalivros/

Amazon
http://a.co/icKuFRJ

Distinção

Catálogo FNLIJ para Feira de Bolonha 2017. “Memórias de uma girafa”. In: http://www.fnlij.org.br/site/publicacoes-em-pdf/catalogos-de-bolonha/item/806-cat%C3%A1logo-fnlij-para-feira-de-bolonha-2017.html; p. 24.

Saiu na imprensa

Maria Fernanda Rodrigues e Ubiratan Brasil, Blog Babel, O Estado de S. Paulo. “Bolonha: infantil selecionado”. In: http://cultura.estadao.com.br/blogs/babel/livro-reune-cronicas-politicas-de-antonio-callado/ . 20 jan. 2017.

Renata de Sá, Blog Caixote Amarelo. “As boas coisas vêm devagarinho; as melhores, bem depressa”. In: http://www.caixoteamarelo.com.br/2016/10/as-boas-coisas-vem-devagarinho-as.html/10 out. 2016.

Rosa Maria Miguel Fontes, Blog Conta uma História. “Memórias de uma girafa”. In: http://contaumahistoria.com.br/2016/07/memorias-de-uma-girafa/. 17 jul. 2016.

Ana Lúcia Neiva, Portal Me Diz. “Clarice, a girafa e a vida”. In: http://www.mediz.com.br/clarice-a-girafa-e-a-vida/. 29 jun. 2016.

• Prazo para postagem:
• Código do produto: 32C929
• Quantidade mínima: 1
Veja também